fbpx
                       
Uma senha sera enviada para seu e-mail

Doença de Alzheimer: basta conhecer a doença?

Sempre fui fascinada por essa estrutura incrível do corpo humano que é o cérebro, tão apaixonada que não só fui estudá-lo, como também, passei a falar sobre ele.

Me sentia muito à vontade não só em dar aula, mas em conversar com qualquer pessoa que viesse me perguntar sobre como o cérebro funciona e, acredite, nada me fascinava mais do que compreender o que acontecia em pacientes com Alzheimer, ou qualquer outro quadro demencial. Me julgava capaz de perceber as mudanças mais sutis, lia relatos clínicos, trabalhos e até escrevi sobre o assunto.

Mas não fui capaz de perceber os principais sinais do que estava acontecendo com a minha mãe, ou se percebi, me ceguei por muito tempo. Tempo suficiente para que ela fosse se distanciando e deixando de ser aquela pessoa que sempre foi. Por meses, eu via suas falhas de memória, sua apatia, seu desânimo e seu olhar triste e perdido, e ao mesmo tempo, não enxergava nada.

Por meses, minha cegueira psicológica não me permitiu ajudá-la, simplesmente, porque eu não conseguia admitir o que estava acontecendo. Uma ironia, para alguém que semanalmente falava do assunto, com seus alunos. Felizmente, fui aceitando o que estava acontecendo e só então, consegui começar a ajudá-la. Lembro-me que um dia, minha amiga Raquel me disse: “……você não pode mudar o que já foi perdido, mas pode melhorar o que está por vir…..”

Não foi e não é fácil, perceber que o seu olhar continua muitas vezes triste e perdido. Sem querer, ainda me pego, fugindo da realidade. Entretanto, já consigo, a partir dessa aceitação, ajudá-la. Uma ajuda que vai desde ouvi-la repetir várias vezes a mesma história, até brincar com jogos de memória, ou cuidar, para que ela tome os medicamentos.

Ela não é mais a mesma, mas eu também não sou e a cada dia nós duas aprendemos a lidar com essa situação. Agora sei que posso cuidar dela melhor, não com o que li nos livros, mas com o que ela me ensina sobre a doença.

Plug And Care – Conectando o cuidar
Conheça o nosso aplicativo